Chiang Mai

 

Chiang Mai, “A Rosa do Norte”, é uma região de grande beleza natural e cultural, com diversidade étnica, uma infinidade de atrações e gente muito acolhedora. Localizada entre as montanhas da região norte, fica a 700 km de Bangkok, e é um dos principais destinos turísticos do país.

A cidade foi fundada pelo Rei Mengrai em 1296, para ser a capital do reino Lanna. Aí você deve estar se perguntando “mas o que o Reino Lanna tem a ver com a Tailândia?” De forma bem resumida, é o seguinte: o Reino Lanna era um reino independente, que já abrangeu a maior parte do norte da Tailândia (como conhecemos hoje), assim como partes do Mianmar, China e Laos. Somente em 1892 o Reino Lanna se tornou parte da Tailândia, e somente em 1932 Chiang Mai tornou-se oficialmente uma província da Tailândia. Ainda quando era capital do Reino Lanna, Chiang Mai se tornou um importante centro religioso e cultural. Por ter sido um reino independente, a região desenvolveu seu próprio estilo de arte e arquitetura, que pode ser visto atualmente em seus belíssimos templos e tradições artesanais. As pessoas de Chiang Mai são famosas por serem tranquilas e relax, e dá para ver isso quando observamos eles conversando; falam de uma maneira calma, mais devagar do que o pessoal de Bangkok (não chega a ser um “baiano” da vida, mas é o que me vem à cabeça em termos de comparação). A propósito, Chiang Mai significa “Cidade Nova”, e manteve o nome mesmo celebrando seu aniversário de 700 anos em 1996. 

Apesar do rápido crescimento econômico dos últimos anos, Chiang Mai ainda preserva um pouco daquela atmosfera de cidade antiga, juntamente com sua sofisticação urbana moderna. Sendo o “hub” do norte do país, é uma boa opcão para relaxar, curtir, ou para se preparar para uma jornada pelas montanhas.

templos chiang mai tailandia
Aí você está andando pela rua, e de repente se depara com uma belíssima obra dessas (e olha que esse templo nem está na lista dos mais “importantes” de Chiang Mai).

 

melhores templos chiang mai
Um dos templos mais famosos de Chiang Mai…

 

O Pilar da Cidade; entrada proibida para mulheres.

 

templo monges budistas chiang mai
Monges budistas, oferendas e estátuas de Buda por toda a parte.

Em resumo, Chiang Mai é uma vitrine fascinante da identidade cultural do norte, que inclui tribos diversas, diversos dialetos, uma deliciosa culinária, festivais vibrantes e animados (se estiver por aqui em novembro, não deixe de ver o Yi Peng), oficinas de artesanato, e danças clássicas. A região é abençoada com recursos naturais, incluindo montanhas, rios e cachoeiras. A presença de numerosas tribos que vivem nas montanhas, com suas riquezas culturais únicas, aumenta a diversidade de Chiang Mai. Trekking pelas montanhas para visitar uma tribo tribo, passeios de elefante e rafting têm sido algumas das maiores atrações turísticas aqui.

Menininha de uma das hill tribes que encontrei nos arredores de Chiang Mai.

 

elefante chiang mai tailandia
Cena comum de se observar em Chiang Mai…


Principais atrações

Centro histórico

A antiga Chiang Mai recebeu um fosso e uma muralha ao seu redor, e parte do muro e seus portões ainda estão de pé. Essa antiga parte da cidade representa o seu centro histórico, e abriga os templos mais famosos e interessantes da cidade, que são o… 


Quer saber mais? O conteúdo completo desta matéria, que cita inclusive alguns lugares para um bate-papo com monges budistas,  está disponível no Guia Tailândia. Adquira já o seu!

 

 

 

Uma opinião sobre “Chiang Mai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *